Backer vai recolher cervejas de lotes investigados nas casas de consumidores; veja como solicitar

Secretaria Municipal de Saúde de BH também vai receber garrafas da cerveja Belorizontina em nove postos.

Dietilenoglicol: Especialista explica os sintomas causados por substância tóxica

Dietilenoglicol: Especialista explica os sintomas causados por substância tóxica

A Backer informou, na tarde desta sexta-feira (10), que vai recolher cervejas dos lotes L1 1348 e L2 1348 da cerveja Belorizontina nas casas dos consumidores. O Instituto de Criminalística encontrou em duas garrafas desses lotes uma substância tóxica chamada dietilenoglicol, usada em serpentinas no processo de refrigeração de cervejas. A Polícia Civil de Minas Gerais investiga se o consumo de cerveja Belorizontina tem relação com a internação de oito homens por uma doença desconhecida – um deles morreu.

A Secretaria Municipal de Saúde de BH também vai receber as garrafas dos consumidores em nove postos (veja os endereços no final desta reportagem).

Polícia Civil de Minas Gerais investiga caso de doença desconhecida em Belo Horizonte

Polícia Civil de Minas Gerais investiga caso de doença desconhecida em Belo Horizonte

Nesta quinta-feira (9), investigadores recolheram material para fazer perícia na cervejaria Backer, no bairro Olhos D’Água, na Região Oeste de Belo Horizonte. A polícia informou que o material está sendo periciado nesta sexta.

Já o laudo que confirmou, nesta quinta, a presença de dietilenoglicol foi feito após perícia nas garrafas recolhidas nas casas dos pacientes que estão internados. Segundo a Polícia Civil, ainda não há como confirmar a responsabilidade da empresa no caso.

Nesta tarde, a cervejaria afirmou que nunca usou a substância tóxica encontrada em garrafas da bebida que foram recolhidas em casas de pacientes internados com síndrome misteriosa. A Backer não informou, no entanto, quantas garrafas desses dois lotes foram produzidos.

O Procon-MG pediu que os consumidores que têm cervejas destes lotes em casa não consumam os produtos. O recolhimento das garrafas pela Backer deve ser solicitado pelo telefone (31) 9 9536-4042.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) recebeu nove notificações da síndrome até então chamada de nefroneural. De acordo com a pasta, um caso foi descartado.

Sete pacientes estão internados com os sintomas e um homem morreu em Juiz de Fora, na Zona da Mata. O Ministério da Saúde confirmou que Belo Horizonte é o local provável de exposição de todos os casos.

Cervejas também serão recebidas pela Secretaria Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte disse, nesta sexta-feira (10), que está “disponível para receber, exclusivamente, cervejas da marca “Belorizontina” de moradores de Belo Horizonte, que possuem o produto para consumo próprio. Não serão recebidos produtos de bares, restaurantes e supermercados. O material ficará sob custódia da Secretaria para encaminhamento das investigações necessárias. ”

O horário da entrega é de 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, nas nove regionais da cidade.

Cervejaria Backer decidiu retirar dois lotes da cerveja Belorizontina de circulação — Foto: Reprodução/TV Globo

Cervejaria Backer decidiu retirar dois lotes da cerveja Belorizontina de circulação — Foto: Reprodução/TV Globo

Cervejaria Backer decidiu retirar dois lotes da cerveja Belorizontina de circulação — Foto: Reprodução/TV Globo

Confira os endereços de entrega:

  • Barreiro: Av Olinto Meireles, 327 – Barreiro
  • Centro-Sul: Av. Augusto de Lima, 30 – 14ª andar – Centro
  • Leste: Rua Salinas, 1.447 – Santa Tereza
  • Nordeste: Rua Queluzita, 45 – Bairro São Paulo
  • Noroeste: Rua Peçanha, 144, 5º andar – Carlos Prates
  • Norte: Rua Pastor Murilo Cassete, 85 – São Bernardo
  • Oeste: Av. Silva Lobo, 1.280, 5º andar – Nova Granada
  • Pampulha: Av. Antônio Carlos, 7.596 – São Luiz
  • Venda Nova: Av. Vilarinho, 1.300 – 2º Piso – Parque São Pedro

Veja a nota da Backer na íntegra

“A Backer reforça que a substância dietilenoglicol não faz parte de nenhuma etapa do processo de fabricação de seus produtos, inclusive da Belorizontina. E reitera que continua colaborando com as autoridades e que se solidariza com as famílias envolvidas. A cervejaria informa que os lotes L1-1348 e L2-1348 serão recolhidos diretamente nos domicílios dos consumidores, em horário agendado. Para isso, os clientes devem ligar para o telefone (31) 99536-4042, exclusivo para esse procedimento. A cervejaria aguarda a conclusão das investigações e reforça seu compromisso com a qualidade dos seus produtos”.

‘SÍNDROME MISTERIOSA’ EM BELO HORIZONTE

Newsletter G1Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Read More

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui