Bloco da Favorita tem início em Copacabana e deve atrair 400 mil pessoas

Megabloco é transformado em show e tem esquema especial

Arthur Leal e Camilla Pontes

12/01/2020 – 16:19
/ Atualizado em 12/01/2020 – 19:01

Bloco da Favorita lota as areias da Praia de Copacabana neste domingo Foto: Guito Moreto / Agência O Globo
Bloco da Favorita lota as areias da Praia de Copacabana neste domingo Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

RIO – Sob muito calor na Praia de Copacabana, num dia típico do verão carioca, neste domingo, uma multidão se aglomera para acompanhar a abertura oficial dos “50 dias de carnaval” de 2020 – uma festa comandada pelo Bloco da Favorita, e com convidados como Sandra de Sá, Preta Gil, Tony Garrido e MC Marcinho. Pela primeira vez, a corte momesca também será coroada na Princesinha do Mar, e ao fim do evento, a Chave da Cidade será entregue pelo presidente da Riotur, Marcelo Alves. A festa reuniu 300 mil pessoas.

Leia mais:Bloco da Favorita: esquema especial de trânsito e previsão de pancadas de chuva

O presidente da Riotur afirma que a cidade está pronta para os 50 dias. Mas esclarece que o evento de hoje difere dos megablocos.

— É uma festa, um show, diferente da operação dos megablocos, mas posso garantir que estamos preparados, toda operação da prefeitura esta preparada, com seu efetivo alinhado, mas não podemos fazer uma operação mega se não tivermos a conscientização de quem vem pro carnaval: não usem garrafa de vidro, respeitem sinalizações e usem os banheiros químicos. É mentira quando dizem que faltam banheiros químicos. Alguns chegam a sequer ser usados — diz Alves.

Bloco da Favorita leva show com diversos artistas para a Praia de Copacabana neste domingo Foto: Arthur Leal / Agência O Globo
Bloco da Favorita leva show com diversos artistas para a Praia de Copacabana neste domingo Foto: Arthur Leal / Agência O Globo

Sobre o imbróglio na Justiça com os moradores de Copacabana, que quase fez com que a festa deste domingo fosse impedida de acontecer, Alves comenta:

— A gente entende e respeita a todos desde nosso primeiro ano de gestão. Nós colocamos todos na mesa, inclusive os moradores, que não eram ouvidos. Tanto é que não permitimos o desfile do bloco (Favorita) aqui, mas show é diferente. O que a gente precisa entender é que a cidade precisa cada vez mais viver disso… do entretenimento, da cultura, do turismo. Isso que a gente faz é negócio, é importante pra cidade — concluiu.

Leia também:Justiça nega pedido do MP e autoriza realização do Baile da Favorita neste domingo em Copacabana

Entre os foliões que não param de chegar estava uma moradora do Leme, Ivone dos Santos. Interrompendo sua caminhada, ela sorriu ao comentar sobre a briga dos moradores com a Favorita.

— Eu sou apaixonada por carnaval. Sei da briga que está tendo dos moradores com o bloco, que é algo que realmente acaba virando o bairro de cabeça pra baixo. Mas eu amo isso aqui, essa época do ano é maravilhosa — diz a aposentada, de 72 anos.

Há policiamento reforçado na região. Até as 15h, a equipe flagrou alguns casos de furtos na orla em que policiais conseguiram capturar os suspeitos. Nas torres de vigilância colocadas na areia, como ficou acordado entre organização e Polícia Militar, grupos de dois a três policiais monitoram o movimento na areia. Reforçam o policiamento na área, além dos homens do programa Operação Verão, 800 policiais militares, sendo 100 cedidos pelo batalhão Especializado em Policiamento em Estádios (BEPE), que possui expertise para atuar junto a multidões. Um furgão estacionado próximo ao palco serve de base operacional para o evento, e agentes estão a postos nas principais entradas do bairro, assim como em terminais de ônibus e nas estações de metrô Cardeal Arco Verde e Siqueira Campos.

Anfitriãs da festa

A “dona da festa”, a promoter Carol Sampaio, realizadora do Bloco da Favorita, disse ter se sentido honrada ao ser convidada para marcar o carnaval com a abertura oficial.

Preta Gil com a promoter Carol Sampaio, realizadora do Bloco da Favorita. A cantora foi uma das artistas a se apresentar no palco montado na praia Foto: Camilla Pontes / Agêcia O Globo
Preta Gil com a promoter Carol Sampaio, realizadora do Bloco da Favorita. A cantora foi uma das artistas a se apresentar no palco montado na praia Foto: Camilla Pontes / Agêcia O Globo

— É uma honra ser convidada para fazer a abertura do carnaval da cidade do Rio de Janeiro é incrível. É uma felicidade e é com muito respeito que deixo esse legado para essa festa maravilhosa. Eu acho que é um marco.

Veja também:Governo estadual promete R$ 700 mil a blocos para contratar ambulâncias e postos de saúde

Sobre as críticas dos moradores de Copacabana, que entraram na Justiça para impedir a realização do evento, Carol explicou que não solicitou a documentação necessária no prazo solicitado pela PM porque foi convidada em dezembro para abrir o carnaval. A promoter também argumentou que há muitos moradores que moram no bairro e gostam da festa.

— Toda história tem dois lados. Tem morador que gosta e tem morador que não gosta, mas o carnaval é maior que isso, é da cidade e concordo plenamente que os foliões precisam ter mais respeito uns com os outros.

Momentos antes de subir no palco, a cantora Preta Gil contou que sempre fica feliz em levar a alegria para o público na sua cidade natal:

— É uma sempre uma felicidade enorme participar dessa festa linda na minha cidade, onde nasci, com muita paz e alegria sempre e o carnaval é isso.

O Bloco da Preta desfila na Avenida 1° de março, no Centro, no dia 16 de fevereiro.

Read More

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui