Dentista que esteve no Buritis com suspeita de síndrome nefroneural vai ter que fazer diálise
Foto: Gabriel Rezende/Itatiaia
Gabriel Rezende/Itatiaia

Um dentista de 60 anos, de São Lourenço, com quadro de insuficiência renal, teve alta depois de ficar cinco dias internado na UTI da cidade, no Sul de Minas. Agora, ele terá que fazer diálise (procedimento através do qual uma máquina limpa e filtra o sangue) três vezes por semana. O homem começou a ter dores abdominais, vômito e diarreia três dias depois de participar de um encontro de família no bairro Buritis, na região Oeste de Belo Horizonte, no dia 30 de novembro. 

Familiares dizem que outras quatro pessoas que beberam cerveja no encontro não tiveram qualquer problema.

Leia também: Ministério da Agricultura interdita fábrica da Backer, que produz a cerveja Belorizontina

Backer e Secretaria Municipal de Saúde vão recolher garrafas da cerveja Belorizontina

Dietilenoglicol: conheça a substância encontrada em cerveja que pode ser causa de doença

Backer afirma que vai fazer testes para investigar se houve erro de produção na fábrica

Número de casos

Subiu para dez o número de casos suspeitos da síndrome desconhecida em Minas Gerais, segundo a força-tarefa criada para investigar o caso no estado. A presença da substância tóxica dietilenoglicol foi confirmada em exames de sangue feitas em três dos pacientes.

As análises dos outros casos ainda não ficaram prontas. Nove pessoas estão internadas e uma morreu.

Read More

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui