Foguetes caem na Zona Verde de Bagdá

Zona abriga prédios governamentais e missões estrangeiras. Um dos foguetes caiu a cerca de 100 metros da embaixada dos EUA, segundo fontes policiais ouvidas pela agência Reuters.

Após pronunciamento de Trump, foguetes atingem área próxima à embaixada dos EUA em Bagdá

Após pronunciamento de Trump, foguetes atingem área próxima à embaixada dos EUA em Bagdá

Dois foguetes caíram na Zona Verde de Bagdá, no Iraque, na quarta-feira (8), segundo um comunicado do comando militar iraquiano. Não há relato de vítimas.

A Zona Verde abriga prédios governamentais e missões estrangeiras. De acordo com a agência Reuters, fontes policiais afirmam que um dos foguetes caiu a cerca de 100 metros da embaixada dos Estados Unidos.

Ainda não há informações sobre a origem dos disparos, porém o lançamento de projéteis do tipo conhecido como katyusha são frequentes no país.

No domingo, três foguetes katyusha atingiram diferentes regiões do Iraque — dois caíram na Zona Verde e um terceiro caiu num bairro vizinho, Jadryia.

No sábado (4), outros três locais foram atingidos, inclusive a base de Balad, a 80 km de Bagdá, que abriga forças norte-americanas e uma área próxima à embaixada dos EUA, sem causar mortes.

Foguetes caem na Zona Verde em Bagdá — Foto: Cido Gonçalves/G1

Foguetes caem na Zona Verde em Bagdá — Foto: Cido Gonçalves/G1

Foguetes caem na Zona Verde em Bagdá — Foto: Cido Gonçalves/G1

Os foguetes katyusha usados nesses ataques frequentes no Iraque são diferentes dos mísseis iranianos de média distância lançados na madrugada desta quarta (8) contra duas bases iraquianas que abrigam forças americanas e iraquianas.

A principal, Al-Asad, fica em uma região sunita (o Irã é um país xiita). Foram lançados 17 mísseis contra esta base — dois deles não atingiram o alvo e não chegaram a explodir. Segundo o secretário da Defesa americano, Mark Esper, ao menos 11 mísseis atingiram Al-Asad. Outros 5 mísseis foram lançados contra Erbil, que fica em território curdo, mas só um atingiu o alvo.

Nesta quarta, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que o Irã parece estar recuando. Em discurso na Casa Branca, Trump também disse que vai impor novas sanções econômicas ao país do Oriente Médio e que, enquanto estiver no poder, o Irã nunca poderá ter armas nucleares.

Newsletter G1Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Read More

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui